sábado, 23 de junho de 2012

NOÉ E SUA FAMÍLIA ENTRAM NA ARCA



Gn 7.1 Depois disse o Senhor a Noé: 
Entra na arca, tu e toda a tua casa, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.

Gn 7.2 De todos os animais limpos levarás contigo sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea;

Gn 7.3 também das aves do céu sete e sete, macho e fêmea, para se conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra.

Gn 7.4 Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites, e exterminarei da face da terra todas as criaturas que fiz.

Gn 7.5 E Noé fez segundo tudo o que o Senhor lhe ordenara.

Gn 7.6 Tinha Noé seiscentos anos de idade, quando o dilúvio veio sobre a terra.

Gn 7.7 Noé entrou na arca com seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, por causa das águas do dilúvio.

Gn 7.8 Dos animais limpos e dos que não são limpos, das aves, e de todo réptil sobre a terra,

Gn 7.9 entraram dois a dois para junto de Noé na arca, macho e fêmea, como Deus ordenara a Noé.

Gn 7.10 Passados os sete dias, vieram sobre a terra as águas do dilúvio.

Gn 7.11 No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, romperam-se todas as fontes do grande abismo, e as janelas do céu se abriram,

Gn 7.12 e caiu chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.

Gn 7.13 Nesse mesmo dia entrou Noé na arca, e juntamente com ele seus filhos Sem, Cão e Jafé, como também sua mulher e as três mulheres de seus filhos,

Gn 7.14 e com eles todo animal segundo a sua espécie, todo o gado segundo a sua espécie, 

Todo réptil que se arrasta sobre a terra segundo a sua espécie e toda ave segundo a sua espécie, pássaros de toda qualidade.

Gn 7.15 Entraram para junto de Noé na arca, dois a dois de toda a carne em que havia Espírito de vida.

Gn 7.16 E os que entraram eram macho e fêmea de toda a carne, como Deus lhe tinha ordenado; e o Senhor o fechou dentro.

Missionário José Barbosa



Nenhum comentário:

Postar um comentário